Arquivo | Fora das telas RSS feed for this section

Tá na net: Vídeo reúne lançamentos de 2013 e trailers de filmes de 2014

5 dez

A página da Editora Rocco publicou agora à tarde um link para um remix que está bombando no Youtube. Nele vemos várias cenas de trailers de filmes que estrearam em 2013 como Wolverine: Imortal, Meu Malvado Favorito, Círculo de Fogo, O Hobbit, Meu Namorado é um Zumbi, A Hospedeira, Em Chamas, Superman: O Homem de Aço, João e Maria, Cavaleiro Solitário, Bling Ring, Rush, Homem de Ferro 2, World War Z, e muitos, muitos, muitos outros. Além disso, há cenas de filmes que prometem lotar as salas em 2014, como A Menina que Roubava Livros.

E aí, quantos vocês filmes conseguem identificar nesse vídeo? Desses, quais vocês assistiram em 2013?

Eventos: Um dia no Cinema

29 maio

Conforme eu compartilhei com vocês aqui, o Solar Social realizou nessa terça-feira, 28, uma ação com crianças e jovens da Apae Taubaté e AAPC no Taubaté Shopping.

O evento foi viabilizado pela empresa Onvale, Shazzan Express, Editora Rica, Taubaté Shopping, parceiros e voluntários e beneficiou 120 crianças e jovens que puderam assistir a uma sessão da animação “O Reino Escondido” (Epic). (Eu não consegui prestar muita atenção no filme, porque procurava prestar atenção nas professoras que acompanhavam as crianças, caso precisassem de ajuda para levá-las ao banheiro. Então não vou fazer uma explicação detalhada de como foi o filme, mas parece ser uma animação divertida e eletrizante e que transmite uma mensagem de proteção ambiental muito boa, então vale a pena levar a criançada no cinema nesse feriadão para assistir!)

Foi uma experiência incrível porque, para muitas crianças aquela era a primeira vez que estavam no cinema e, para algumas, era a primeira vez que iam a um shopping center. Se eu pudesse, trabalharia sempre como voluntária nessas ações apenas para poder ter o prazer de ver e ouvir as risadas gostosas que expressavam o quanto aquilo estava sendo mais do que especial para eles!

Gostaria de parabenizar à equipe do Solar Social pelo trabalho desenvolvido e também agradecer aos leitores do Claquete de Papel que ajudaram na ação ao, simplesmente, compartilhar a postagem para que mais pessoas pudessem contribuir para a realização desse evento.

A seguir estão algumas fotos da ação. Para conferir o álbum completo, acesse o Facebook da Página da Sabida e do Solar Social. (Créditos das Imagens: Márcio Fotografias)

391372_695733690443639_800871738_n

Voluntária Ainoa, Sabida e eu durante a distribuição de lanches pela Shazzan Express

575894_695732853777056_1625716636_n

Voluntários após a distribuição de pipocas e refrigerantes pela Moviecom Cinema às crianças, antes de entrarem para a sessão

580213_695733620443646_1660329048_n

Algumas das voluntárias que ajudaram a monitorar as crianças e jovens

954839_695734043776937_756422333_n

Distribuição de bolas pelo Taubaté Shopping e revistinhas da Sabida pela Editora Rica

970816_695733983776943_50352306_n

971085_695734167110258_2025573824_n

972031_695733367110338_517625848_n

983783_695732880443720_125952564_n

Um dia inesquecível e que ficará marcado para sempre na memória de cada uma dessas crianças e jovens!

Se você tem um propósito, acredite e faça: o pouco que você faz pode significar muito para quem recebe!

Participe também de eventos que promovam a cultura e a inclusão social em sua cidade!

Conheça melhor os organizadores e colaboradores dessa ação:

Solar Social | Artcen Produção de Vídeo | Onvale Soluções em Tecnologia | Apae Taubaté | AAPC | Taubaté Shopping Center | Editora Rica | Moviecom Cinemas | Shazzan Express

Fora das telas: Um dia no cinema

21 maio

Durante a produção do meu TCC, conheci vários projetos super legais (e inspiradores) que levavam cidadania, educação e inclusão social por meio da música e alguns trabalham até com outras artes. Um deles é o Solar Social, que desenvolve um trabalho exemplar para o desenvolvimento de ações humanitárias que visam trazer mais conscientização, solidariedade e interação entre pessoas.

Desde que conheci o trabalho, sigo tudo pelas Redes Sociais e, verificando meus e-mails, vi essa notícia que tem tudo a ver com vocês, leitores do Claquete de Papel.

No dia 28 de Maio, às 8h30, a empresa Onvale, em parceria com o Solar Social, levará 120 crianças e jovens da APAE (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) e da AAPC (Associação de Apoio à Pessoa com Câncer) para assistir a um filme no Taubaté Shopping, pela Moviecom Cinemas.

Além de poderem desfrutar de toda a emoção que a Sétima Arte proporciona, as crianças ganharão pipocas e refrigerantes da Moviecom Cinemas, presentes do Taubaté Shopping e Editora Rica e um lanche oferecido pela lanchonete Shazzan Express em parceria com voluntários.

Um dia no cinema
É ou não é uma ação super legal?!

E você, leitor do Claquete de Papel, pode participar disso!

Se você mora em Taubaté, ou na região do Vale do Paraíba, há duas maneiras diretas de ajudar:

1 – Trabalho voluntário no dia da ação (precisa-se de 15 voluntários)

2 – Transporte para cerca de 40 crianças da AAPC

 

Mas se você mora longe da região e quer ajudar, também pode! Confira a seguir:

1 – Doação de R$ 1, 50 para a montagem dos kits de alimentação (por criança)

2 – Doação de recursos financeiros para despesas da ação

3 – Divulgação da ação nas redes sociais e veículos de comunicação

 

Ficou interessado, mas não está em condições de ajudar financeiramente ou com o apoio do serviço voluntário? Então participe!

Compartilhe essa postagem em suas redes sociais e ajude nessa causa que vai proporcionar um dia de entretenimento no cinema para essas crianças e jovens!

Para mais informações, visite a página do Solar Social e conheça outras ações realizadas, o histórico da entidade e as empresas que apoiam e participam de suas causas.

 

Fora das telas: A mais influente de todas!

19 abr

O site Distrito 13 divulgou a notícia sobre a capa da Times com a famosa lista das 100 pessoas mais influentes da atualidade. Entre nomes como Kate Middleton, Steven Spielberg e Michael Kors, o destaque da capa foi para a jovem atriz Jennifer Lawrence.

Indicada em 2011 por “Inverno da Alma”, a estrela da franquia de Jogos Vorazes levou o Oscar de Melhor Atriz em 2013 por sua atuação em “O Lado Bom da Vida”.

Na matéria dedicada a ela na Times, há um depoimento da atriz e diretora Jodie Foster, que elogiou JLaw por seu trabalho em Inverno da Alma ao traçar o perfil da jovem atriz para a revista:

 

“Você deve lembrar onde estava quando sentiu isso pela primeira vez, como você ficou travado no mesmo lugar como um pequeno animal ponderando seu fim. O olhar de Jennifer Lawrence. Ele faz um corte a fogo nas suas entranhas. Um ajuste de contas. Eu me lembro de ir aos bastidores de Inverno da Alma e pensar: sem dúvidas, essa garota sabe atuar. Mas, cara, ela também sabe ser. Todos aqueles segredos dolorosos no seu rosto, o sentimento de que há algum passado terrível que deixou inevitavelmente ossos tortos e cansaço como consequência. Ela se caracteriza com a dor de viver — algo que nenhum dos seus personagens jamais teria energia para articular. É uma parte dela, como pele e músculos. A boa notícia é que Jen com seu bom humor, a bicuda, de espírito livre com um alter ego de voz rouca e uma inclinação a comer besteiras… Jen, a Maria-homem do Kentucky — se reúne nisso tudo. Uma comédia. Uma joia. Uma joia com um olhar matador.”

 

g9530.70_jennlawB.indd

 

 

Mas a Times não foi a única a se manifestar sobre o talento da atriz. Peter Travers da Rolling Stone  escreveu:

“Lawrence é uma espécie de milagre. Ela é rude, suja, engraçado, boca suja, descuidada, sexy, vibrante e vulnerável, às vezes todos na mesma cena, no mesmo fôlego. Nenhuma lista de candidatos ao Oscar de melhor atriz estaria completa sem o eletrizante nome de Lawrence na liderança”

 

Além disso, Todd McCarthy do The Hollywood Reporter, escreveu sobre a franquia Jogos Vorazes dizendo que “Lawrence encarna Katniss, assim como se poderia imaginar ela a partir do romance, com gravidade impressionante e presença”, em última análise, chamando-a de “atriz de cinema ideal”.
E Kenneth Turan do Los Angeles Times afirmou que Lawrence é o “melhor desempenho possível como Katniss e é o fator chave para fazer The Hunger Games um envolvente entretenimento popular com unidade narrativa forte, que prende nossa atenção”.

jl-times-002

 

(Foto do ensaio produzido para a revista Times)

 

Minha opinião

Quando ocorreu a premiação no começo do ano, além do engraçado tombo de JLaw ao ir buscar o prêmio, muita gente ficou dizendo em redes sociais que a atriz não merecia a estatueta e que sua atuação na adaptação de David O. Russel nem foi tão boa se comparada aos das outras indicadas à categoria de Melhor Atriz para 2013.

Aí eu me pergunto: Será que a Times, a Rolling Stones, Jodie Foster, o jornalista Todd McCarthy do The Hollywood Reporter e Kenneth Turan do Los Angeles Times estão tão equivocados assim?????

Eu acho que não, afinal contra talento não há argumento!

O Claquete de Papel parabeniza Jennifer Lawrence por mais uma conquista em sua carreira, porque não é todo dia e não é qualquer um que tem o rosto estampado na edição da Times com os destaques do mundo , né?
Eu admiro muito o trabalho da atriz e, além de estar ansiosa para vê-la na continuação da trilogia distópica que amo, estou curiosa para ver o novo trabalho dela cujas fotos dos bastidores vazaram, mostrando ela caracterizada ao lado de seu parceiro de O Lado Bom da Vida, Bradley Cooper. Esse filme vem sendo filmado em Natick, Massachussetts, e conta com Christian Bale (trilogia Batman), Jeremy Renner (Os Vingadores) e Amy Adams (O Mestre), sob a direção do mesmo David O. Russel de O Lado Bom da Vida que rendeu o Oscar a JLaw. E também tem um filme dela que faz tempo que procuro para assistir: The Poker House (2008). Dizem que é muito bom!

15088_496941413686733_1419573480_n 526638_498792936834914_501485006_n 547084_496945690352972_899587470_n 554098_496944663686408_220074331_n 644212_496943763686498_760205555_n

 

Para ler mais detalhes sobre a capa da Times com Jennifer Lawrence, acesse um dos sites pesquisados por mim para a produção desse post!

 

Sites pesquisados:

Distrito 13

Revista Caras

O Globo

Revista Claudia

Entertainment Weekly

Los Angeles Times

Feliz aniversário de 200 anos de Orgulho e Preconceito!

17 abr

Navegando na internet para fazer o quote do dia, acabei descobrindo que no dia 28 de janeiro de 2013 completou 200 anos desde que a primeira edição do aclamado Orgulho e Preconceito, de Jane Austen, foi lançado. O Claquete de Papel está meio atrasado no parabéns, mas o que vale é celebrar o máximo possível uma data dessas não é? =)
Lançado em 1813 na Inglaterra, a obra percorreu o mundo, venceu dois séculos e já foi levado às telonas duas vezes. Sim, amado leitor, existe outra versão cinematográfica além daquela com Keira Knightley que você assistiu!
Dirigido por Robert Z. Leonard, o drama de 1940 era em preto e branco e recebeu o Oscar de Melhor Direção de Arte em 1941. E o post de hoje é dedicado a essa obra que emocionou a tantas gerações de leitores.

Veja a Ficha Técnica, o cartaz oficial e algumas cenas:

200763
Diretor: Robert Z. Leonard
Elenco: Greer Garson, Laurence Olivier, Maureen O’Sullivan, Marsha Hunt, Edward Ashley, Marten Lamont, E.E. Clive, Marjorie Wood, May Beatty.
Produção: Hunt Stromberg
Roteiro: Aldous Huxley, Jane Murfin
Fotografia: Karl Freund
Duração: 117 min.
Ano: 1940
País: EUA
Gênero: Drama
Cor: Preto e Branco
Distribuidora: VersátilJane Austen OP 1 Jane Austen OP 2 Jane Austen OP 3
Já em 2005, Joe Wright dirigiu a versão que a nossa geração conhece da adaptação roteirizada por Deborah Moggach e com a atuação de Keira Knightley (Franquia Piratas do Caribe) e Matthew MacFadyen.
Abaixo segue a ficha técnica, poster, fotos e a sinopse:
6868Diretor: Joe Wright
Elenco: Keira Knightley, Matthew MacFadyen, Brenda Blethyn, Donald Sutherland, Tom Holland, Rosamund Pike, Jena Malone, Judi Dench, Carey Mulligan.
Produção: Tim Bevan, Eric Fellner, Paul Webster
Roteiro: Deborah Moggach
Fotografia: Roman Osin
Trilha Sonora: Dario Marianelli
Duração: 127 min.
Ano: 2005
País: Reino Unido
Gênero: Drama
Cor: Colorido

Distribuidora: Não definida
Classificação: Livre

As cinco irmãs Bennet – incluindo Elizabeth (Keira Knightley), de fortes convicções, e a jovem Lydia (Jena Malone) – foram criadas pela mãe (Brenda Blethyn) tendo somente um propósito na vida: casar-se com um bom marido. Quando um rico solteiro compra uma mansão na vizinhança, as irmãs Bennet entram em polvorosa. Quando Elizabeth conhece o belo, porém esnobe, sr. Darcy (Matthew Macfadyen), começa uma engraçada batalha entre os dois.

Jane Austen OP 4 Jane Austen OP 5 Jane Austen OP 6 Orgulho-e-Preconceito-1

Confesso que eu ainda não li o livro (que está em minha lista de leituras para 2013), mas assisti ao filme e pude ter uma noção da profundidade do romance de Jane Austen. A maneira como Elizabeth encara a vida, com uma postura à frente de seu tempo é simplesmente empolgante. Assim que eu ler o livro, prometo fazer uma resenha detalhada de tudo o que achei da obra.E, como não poderia faltar, segue abaixo um resumo da biografia de Jane Austen, para aqueles que não a conhecem. O texto foi tirado do site AndroidPit, que disponibiliza um aplicativo com quotes dos livros da autora britânica para serem carregados no celular e compartilhados no Facebook ou Twitter. Bem legal né?

Jane Austen (16 de dezembro, 1775 – 18 de julho 1817) foi uma romancista britânica cujas obras de ficção romântica, situadas entre a aristocracia rural, valeu-lhe um lugar como um dos escritores mais lidos da literatura inglesa, seu realismo e sua pegada com comentários ao social cimentam sua importância histórica entre os estudiosos e críticos.
Austen viveu toda a sua vida como parte de uma família muito unida localizados nas franjas mais baixas da aristocracia rural inglesa. Ela foi educada principalmente por seu pai e irmãos mais velhos, bem como através de sua própria leitura. O apoio constante da família foi fundamental para o seu desenvolvimento como uma escritora profissional. Seu aprendizado artístico vem desde a sua adolescência até que ela tinha cerca de 35 anos de idade. Durante este período, ela experimentou várias formas literárias, incluindo o romance epistolar que ela tentou, em seguida abandonado, e escreveu extensivamente revisado e três grandes romances e começou um quarto.  De 1811 até 1816, com o lançamento de Sense and Sensibility ( 1811), Orgulho e Preconceito (1813), Mansfield Park (1814) e Emma (1816), ela alcançou o sucesso como escritora publicada. Ela escreveu dois romances adicionais, Northanger Abbey e Persuasion, ambos publicados postumamente em 1818, e começou uma terceira, que acabou por ser intitulado Sanditon, mas morreu antes de concluí-la.
As obras de Austen são críticas dos romances de sensibilidade da segunda metade do século 18 e são parte da transição para o realismo do século 19. Seus enredos, embora fundamentalmente cômicos, destacam a dependência das mulheres em casamentos para garantir a posição social e segurança econômica.

Texto original (Em inglês): http://www.androidpit.com.br/pt/android/market/apps/app/com.hwealth.quotesjaneausten/Jane-Austen-Quotes-FREE

No Blog Jane Austen Brasil é possível ler um artigo com um resumo ótimo da obra Orgulho e Preconceito, além de ter links para download do livro em inglês por PDF ou arquivo de áudio. Nesse post é possível ver capas de algumas edições da obra.Outra dica legal para comemorar os 200 anos de Pride and Prejudice é o Tumblr Only Jane Austen, com quotes, Gifs, fotos e trechos dos livros!Para aqueles que querem aumentar a sua estante de livros, veja alguns sites onde você pode comprá-lo:

Para ler quotes de Jane Austen visite: Good Reads | Mundo feito por Dany | Citador
Sites pesquisados:

Vem aí: Livro sobre Projeto Manhattan

16 abr

A Revista Isto É desta semana publicou em seu caderno de Cultura uma matéria sobre o livro da jornalista americana Denise Kiernan, que conta a história das mulheres que contribuíram para a crianção da bomba atômica lançada sobre o Japão durante a Segunda Guerra Mundial. O fato curioso é que essas funcionárias do chamado Projeto Manhattan sequer sabiam para o que estavam trabalhando!

Autorizadas por suas famílias para trabalharem no enriquecimento de Urânio (como já dito, sem seu conhecimento), as mulheres assumiram o lugar que deveria ser dos homens que haviam se alistado para lutar na Segunda Guerra. “The Girls of Atomic City – The Untold Story of the Women Who Helped Win World War II” (As Garotas da Cidade Atômica – A História Não Contada das Mulheres que Ajudaram a Vencer a Segunda Guerra Mundial, em tradução livre), ainda não tem previsão de lançamento no Brasil e está à venda na Amazon por $ 15, 96 (Dólares).

atomic-girls

denise-kiernan

(A jornalista Denise Kiernan em sessão de autógrafos do lançamento de seu livro nos Estados Unidos)

Y12ShiftChangeCrop_transcript_pullout
Confira aqui a matéria completa da Revista Isto É, com um vídeo onde a jornalista conta a experiência de reportar essas histórias e imagens de testes atômicos feitos no deserto dos Estados Unidos.

Sites pesquisados:

Isto É

Amazon

O diabo está de volta!

16 abr

Navegando pelos blogs que acompanho, li uma notícia que me deixou quicando no lugar! Para quem amou a atuação de Meryl Streep como Miranda Priestley atormentando a personagem Andrea Sachs da linda Anne Hathaway, ficará mais que feliz no dia 4 de Junho com o lançamento da sequência do livro Revenge Wears Prada: The Devil Returns.

De acordo com o blog da Adriana Gonçalves, o Livros e Adaptações, foi publicado no site da Vogue Brasil que o segundo livro da série assinada por Lauren Weisberger já possui capa oficial e está disponível para pré-venda na versão em inglês.

Confira abaixo o texto do post no L&A:
Revenge Wears Prada: The Devil Returns mostra Andrea Sachs oito anos depois da sua saída da revista Runway, trabalhando como editora em uma revista para noivas chamada The Plunge, prestes a subir ao altar e tentando conciliar sua vida profissional com os preparativos para o casamento. Até que sua ex e diabólica chefe Miranda Priestley surge na história, o que acaba gerando uma série de reviravoltas na vida de Andy. Para quem se animou, a publicação assinada por Lauren Weisberger já possui sua capa oficial e está disponível para pré-venda na Saraiva por R$ 25,20 (por enquanto somente na versão em inglês). O primeiro livro, O Diabo Veste Prada (The Devil Wear Prada), foi lançado originalmente em 2003. No Brasil, foi lançado em 2004 pela Editorial Presença, e também tem versões da Editora Record e BestBolso. A adaptação chegou aos cinemas em 2006 com Anne Hathaway e Meryl Streep nos papéis principais. E segundo o site Ache Belém, a adaptação da sequência já está em fase de pré-produção, e inclusive seu primeiro pôster já foi divulgado. Só ainda não se sabe quem estará no elenco e quando será lançado.

E aí, ficou tão curioso quanto eu estou? Ainda não encontrei nenhum PDF desse segundo livro, mas segue o link para download do primeiro livro, O Diabo Veste Prada.

Enquanto a adaptação desse segundo livro não chega às telonas para nós, fiquem com algumas imagens e GIFs do primeiro filme (clique na imagem para vê-la ampliada ou ver o GIF em movimento).

05-31prada1_full_600

620-prada

2006_devil_wears_prada_005

183310647303078643rfyHOQ1xc

anne-hathaway-gif-meryl-streep-movie-the-devil-wears-prada-Favim.com-294158

coffee-devil-devil-wears-prada-fashion-font-prada-Favim.com-42890

Miranda-Priestly-the-devil-wears-prada-204930_1071_1400

montagem2

orig-13984591

prada20pic

revenge-wears-prada--1347815966

Revenge-Wears-Prada-The-Devil-Returns

the-devil-wears-prada (1)

tumblr_inline_mi8pata4HO1qz4rgp

tumblr_inline_mjh60nlB8I1qz4rgp

tumblr_lq9d19cqGa1qcet5t tumblr_lvbybxIFL41qbh25zo1_500

tumblr_m2c9d5uJkB1r57g2x tumblr_m2dt1kNrH81rtzbjgo1_500

tumblr_m9klxddnQB1r09j2zo1_500

tumblr_mc4gw6Rc6k1qc672z

tumblr_metg2g7i641s01t9wo1_500

Em Cena: Made in Brazil or Made from Brazil?

12 abr

A Revista Isto É desta semana traz uma matéria sobre Marcio Garcia. Ele, que já atuou ao lado de grandes nomes como Claudia Abreu, resolveu deixar sua carreira de ator e investir como diretor de cinema.

De acordo com a matéria, ele não conseguiu o devido apoio aqui no Brasil e foi batalhar por um espaço ao sol de Hollywood. O que para nós parece algo espetacular, para os americanos não passa de apenas mais um diretor estrangeiro tentando se colocar no competitivo mercado do cinema americano.

Mas Márcio Garcia parece estar conseguindo chamar um pouco de atenção lá fora graças ao seu primeiro filme “Predileção”, que faturou alguns prêmios e à produção de “Angie”, que conta com nomes como Camille Belle, Andy Garcia, Juliette Lewis e as atrizes brasileiras Juliane Torlone e Carol Castro no elenco.

Confira a matéria completa da Isto É, com um vídeo onde o nosso ex-ator e atual diretor fala sobre “Predileção”.

O Claquete de Papel deseja boa sorte ao Márcio Garcia nessa nova fase, e que venham grandes filmes para nós assistirmos!

Márcio-Garcia- mi_9706263261550208 mi_9706307654925192

Quatro Notas

E algo mais...

BOOK GRAPHICS

A busy author's best friend

That's My Happy Place

“Li livro durante toda a minha vida. E, quando mais precisei lê-los, os livros me deram tudo o que pedi e mais."

everythingofnothing

tudo o que se cala, se transforma...

Camafeu da Lia

O Diário de Uma Águia Francesa

Fome de Leitura

Resenhas de livros, indicações e tudo para quem, assim como nós, adora devorar um livro!

Revista Marabá

Tudo o que envolve cinema e ações que incentivam o gosto pela sétima arte

Espartilho

Entendendo o universo feminino

Brunices

Livros, séries, filmes, música, e tudo o mais que a minha cabeça quiser e inventar :D

deixadenerdice

e vamos tomar uma cerva?

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.