Baixei e Gostei: Belo Desastre e Desastre Ambulante

16 maio

Que garota nunca desejou viver um romance com um Bad Boy que lhe faça cometer loucuras? Mas e quando essa garota também tem um passado que lhe condena – e do qual tenta fugir a todo custo – e que faz esse Bad Boy também cometer loucuras?

Pois é disso que se trata os livros de Jamie McGuire, Belo Desastre e Desastre Ambulante.

Minhas amigas no grupo do Facebook falaram tanto dessa obra que eu tive que conferir. E confesso: caí de amores pelo Bad Boy Travis Maddox!

Confira a Sinopse de cada livro abaixo:

Belo Desastre (Beautiful Disaster) – Jamie McGuire, Ed. Verus.

belo-desastre1

A nova Abby Abernathy é uma boa garota. Ela não bebe nem fala palavrão, e tem a quantidade apropriada de cardigãs no guarda-roupa. Abby acredita que seu passado sombrio está bem distante, mas, quando se muda para uma nova cidade com America, sua melhor amiga, para cursar a faculdade, seu recomeço é rapidamente ameaçado pelo bad boy da universidade.

Travis Maddox, com seu abdômen definido e seus braços tatuados, é exatamente o que Abby precisa – e deseja – evitar. Ele passa as noites ganhando dinheiro em um clube da luta e os dias seduzindo as garotas da faculdade. Intrigado com a resistência de Abby ao seu charme, Travis a atrai com uma aposta. Se ele perder, terá que ficar sem sexo por um mês. Se ela perder, deverá morar no apartamento de Travis pelo mesmo período. Qualquer que seja o resultado da aposta, Travis nem imagina que finalmente encontrou uma adversária à altura.

Desastre Ambulante (Walking Disaster) Jamie McGuire, Ed. Atria Books (Estrangeira)

walking-disaster

Finalmente, o tão aguardado follow-up para o New York Times best-seller “Beautiful Disaster”. Você pode amar alguém demais? Travis Maddox aprende duas coisas de sua mãe antes de morrer: Ame com força. Lute ainda mais. Em “Walking Disaster”, a vida de Travis está cheia de mulheres rápidas, jogo clandestino e violência. Mas só quando ele pensa que ele é invencível, Abby Abernathy o põe de joelhos. Toda história tem dois lados. “Em Beautiful Disaster”, Abby tinha a dizer. Agora é hora de ver a história através dos olhos de Travis.

Minha Opinião – Livro #1:

Em Belo Desastre acompanhamos como Abby Abernathy começa sua jornada na faculdade e, principalmente, começa uma jornada num terreno que ela mantém em mistério a maior parte do livro: a área sentimental.
Quando ela conhece o encrenqueiro e mulherengo Travis Maddox, primo do namorado de sua melhor amiga, ela percebe na hora que tem que se manter longe dele. Tudo dentro dela apita para manter distância e grita “Perigo, perigo, perigo”.
E bem que ela tenta.
Mas isso só desperta ainda mais o interesse de Travis por Abby. Afinal, qual Bad Boy consegue resistir a um bom jogo de conquista?
Nesse momento temos uma boa dose de diversão ao ver as tentativas – falhas – da Abby de fazer com que Travis perca o interesse nela. Mas dizem que homem quando está interessado, corre atrás. E Travis leva isso ao limite.
Enfim, os dois decidem que serão amigos – mesmo que ninguém dê crédito a isso – numa tentativa de manter um ao outro em suas vidas, sem necessariamente envolver sentimentos. Ou sexo.
Mas, claaaaaroooo isso não dá nada certo, principalmente a partir do momento que Travis percebe que gosta de Abby de um jeito que nunca gostou de nenhuma outra garota e começa a lutar para fazê-la ver isso.
E entre risadas pelas investidas criativas dele, eu acabei morrendo de raiva da Abby. Acabamos percebendo que, muitas vezes deixamos de viver bons momentos em nossa vida, sem necessariamente existir a conotação sexual, apenas por puro medo.
No final, acabei percebendo que me viciei nessa história por causa de todas as idas e vindas que me fizeram viver cada aflição e emoção dos personagens. De ressacas a acessos de fúria, acabamos nos sentindo na pele dos personagens. Especialmente de Travis.
É uma leitura que eu super recomendo por ser um romance que, a princípio, tem tudo para ser clichê, mas que acaba surpreendendo pela intensidade de sentimentos de cada personagem.
Detalhe adicional: é uma história completa porque tem sua dose certa de romance, drama, comédia e também ação com a violência que rodeia a vida de Travis e, como descobrimos em certo ponto, na de Abby também.

Minha Opinião – Livro #2:

Como se não bastasse nos viciar na história, Jamie McGuire nos deu de presente toda a aflição e alegrias vividas no primeiro livro de novo, mas pelo ponto de vista de Travis Maddox.
Se antes odiamos a Abby, mesmo acompanhando seus pensamentos e linhas de justificativas, nesse livro passamos a querer matá-la ao ver o quanto Travis se sente com a maneira como ela reage às investidas dele. E sabe o que é mais legal??? É que aquele palavrão que a gente sente vontade de falar para xingar a Abby, o Travis realmente xinga por nós!!!!
Tem como não amar esse cara???
Bem, no começo temos um recorte do passado de Travis, mostrando o que aconteceu à sua mãe e isso já nos serve como uma justificativa para o comportamento arredio dele não apenas com relação às mulheres, como também com o mundo das lutas clandestinas.
Vemos então todo o processo já lido no livro anterior de como ele conhece Abby e como ele acredita que ela seja um Beija-flor no meio de tantos Abutres. E vamos ser francos: por mais Bad Boy revoltado que um cara seja, no fundo é isso mesmo que ele deseja encontrar em sua vida, não é?
E a partir daí começa a diversão. Eu, particularmente, sofri e ri muito com os acessos de ciúme, os planos criativos de conquista e as explosões de fúria do Travis. E também me derreti com as confissões apaixonadas. À la Travis Maddox, claro!
Achei bem legal esse livro porque a gente se sente não apenas da cabeça de um homem, mas na cabeça de um homem complicado que luta para não se apaixonar por aquela garota por perceber que ele não é bom o suficiente para ela.
Acho isso muito lindo mesmo!
Confesso que me identifico um pouco com Abby em alguns momentos, como a recusa a falar palavrão – por isso ri tanto do Travis falando palavrão o tempo todo – ou a maneira como Travis expressa seus sentimentos às vezes e que a deixa assustada. Mas nada justifica o sofrimento que ela fez ele passar! E sim, é de roer as unhas de raiva!!!
Nesse livro a gente tem uma carga um pouco maior de diversão pelo fato de o ponto de vista do Travis ser mais divertido do que o de Abby, mas também é mais tenso igualmente pelo fato de Travis ser explosivo e impaciente.
Achei apenas que foi um pouco mais cansativo em alguns pontos por causa da repetição de cenas, mas que é justificável pela diferenciação na narrativa, que antes era feita pela Abby.
Mas, no mais, achei o livro perfeito! Portanto, super recomendo o download e, quem estiver com mais Dilmas na carteira do que eu, recomendo que compre porque é um daqueles livros para se ler quando estamos na fase do meio termo: Não estamos a fim de ler/ver nada muito romântico, mas sentimos necessidade de ler/ver algo que nos conforte e nos divirta!

Extra:

O blog Envenenadas pela maçã fez um post com, segundo elas, o candidato apontado por Jamie McGuire para interpretar Travis Maddox na adaptação para as telonas de Belo Desastre. VALE MUITO A PENA CONFERIR, MENINAS! *—*
Clique Aqui

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Quatro Notas

E algo mais...

BOOK GRAPHICS

A busy author's best friend

That's My Happy Place

“Li livro durante toda a minha vida. E, quando mais precisei lê-los, os livros me deram tudo o que pedi e mais."

everythingofnothing

tudo o que se cala, se transforma...

Camafeu da Lia

O Diário de Uma Águia Francesa

Fome de Leitura

Resenhas de livros, indicações e tudo para quem, assim como nós, adora devorar um livro!

Revista Marabá

Tudo o que envolve cinema e ações que incentivam o gosto pela sétima arte

Espartilho

Entendendo o universo feminino

Brunices

Livros, séries, filmes, música, e tudo o mais que a minha cabeça quiser e inventar :D

deixadenerdice

e vamos tomar uma cerva?

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

%d blogueiros gostam disto: