Feliz aniversário de 200 anos de Orgulho e Preconceito!

17 abr

Navegando na internet para fazer o quote do dia, acabei descobrindo que no dia 28 de janeiro de 2013 completou 200 anos desde que a primeira edição do aclamado Orgulho e Preconceito, de Jane Austen, foi lançado. O Claquete de Papel está meio atrasado no parabéns, mas o que vale é celebrar o máximo possível uma data dessas não é? =)
Lançado em 1813 na Inglaterra, a obra percorreu o mundo, venceu dois séculos e já foi levado às telonas duas vezes. Sim, amado leitor, existe outra versão cinematográfica além daquela com Keira Knightley que você assistiu!
Dirigido por Robert Z. Leonard, o drama de 1940 era em preto e branco e recebeu o Oscar de Melhor Direção de Arte em 1941. E o post de hoje é dedicado a essa obra que emocionou a tantas gerações de leitores.

Veja a Ficha Técnica, o cartaz oficial e algumas cenas:

200763
Diretor: Robert Z. Leonard
Elenco: Greer Garson, Laurence Olivier, Maureen O’Sullivan, Marsha Hunt, Edward Ashley, Marten Lamont, E.E. Clive, Marjorie Wood, May Beatty.
Produção: Hunt Stromberg
Roteiro: Aldous Huxley, Jane Murfin
Fotografia: Karl Freund
Duração: 117 min.
Ano: 1940
País: EUA
Gênero: Drama
Cor: Preto e Branco
Distribuidora: VersátilJane Austen OP 1 Jane Austen OP 2 Jane Austen OP 3
Já em 2005, Joe Wright dirigiu a versão que a nossa geração conhece da adaptação roteirizada por Deborah Moggach e com a atuação de Keira Knightley (Franquia Piratas do Caribe) e Matthew MacFadyen.
Abaixo segue a ficha técnica, poster, fotos e a sinopse:
6868Diretor: Joe Wright
Elenco: Keira Knightley, Matthew MacFadyen, Brenda Blethyn, Donald Sutherland, Tom Holland, Rosamund Pike, Jena Malone, Judi Dench, Carey Mulligan.
Produção: Tim Bevan, Eric Fellner, Paul Webster
Roteiro: Deborah Moggach
Fotografia: Roman Osin
Trilha Sonora: Dario Marianelli
Duração: 127 min.
Ano: 2005
País: Reino Unido
Gênero: Drama
Cor: Colorido

Distribuidora: Não definida
Classificação: Livre

As cinco irmãs Bennet – incluindo Elizabeth (Keira Knightley), de fortes convicções, e a jovem Lydia (Jena Malone) – foram criadas pela mãe (Brenda Blethyn) tendo somente um propósito na vida: casar-se com um bom marido. Quando um rico solteiro compra uma mansão na vizinhança, as irmãs Bennet entram em polvorosa. Quando Elizabeth conhece o belo, porém esnobe, sr. Darcy (Matthew Macfadyen), começa uma engraçada batalha entre os dois.

Jane Austen OP 4 Jane Austen OP 5 Jane Austen OP 6 Orgulho-e-Preconceito-1

Confesso que eu ainda não li o livro (que está em minha lista de leituras para 2013), mas assisti ao filme e pude ter uma noção da profundidade do romance de Jane Austen. A maneira como Elizabeth encara a vida, com uma postura à frente de seu tempo é simplesmente empolgante. Assim que eu ler o livro, prometo fazer uma resenha detalhada de tudo o que achei da obra.E, como não poderia faltar, segue abaixo um resumo da biografia de Jane Austen, para aqueles que não a conhecem. O texto foi tirado do site AndroidPit, que disponibiliza um aplicativo com quotes dos livros da autora britânica para serem carregados no celular e compartilhados no Facebook ou Twitter. Bem legal né?

Jane Austen (16 de dezembro, 1775 – 18 de julho 1817) foi uma romancista britânica cujas obras de ficção romântica, situadas entre a aristocracia rural, valeu-lhe um lugar como um dos escritores mais lidos da literatura inglesa, seu realismo e sua pegada com comentários ao social cimentam sua importância histórica entre os estudiosos e críticos.
Austen viveu toda a sua vida como parte de uma família muito unida localizados nas franjas mais baixas da aristocracia rural inglesa. Ela foi educada principalmente por seu pai e irmãos mais velhos, bem como através de sua própria leitura. O apoio constante da família foi fundamental para o seu desenvolvimento como uma escritora profissional. Seu aprendizado artístico vem desde a sua adolescência até que ela tinha cerca de 35 anos de idade. Durante este período, ela experimentou várias formas literárias, incluindo o romance epistolar que ela tentou, em seguida abandonado, e escreveu extensivamente revisado e três grandes romances e começou um quarto.  De 1811 até 1816, com o lançamento de Sense and Sensibility ( 1811), Orgulho e Preconceito (1813), Mansfield Park (1814) e Emma (1816), ela alcançou o sucesso como escritora publicada. Ela escreveu dois romances adicionais, Northanger Abbey e Persuasion, ambos publicados postumamente em 1818, e começou uma terceira, que acabou por ser intitulado Sanditon, mas morreu antes de concluí-la.
As obras de Austen são críticas dos romances de sensibilidade da segunda metade do século 18 e são parte da transição para o realismo do século 19. Seus enredos, embora fundamentalmente cômicos, destacam a dependência das mulheres em casamentos para garantir a posição social e segurança econômica.

Texto original (Em inglês): http://www.androidpit.com.br/pt/android/market/apps/app/com.hwealth.quotesjaneausten/Jane-Austen-Quotes-FREE

No Blog Jane Austen Brasil é possível ler um artigo com um resumo ótimo da obra Orgulho e Preconceito, além de ter links para download do livro em inglês por PDF ou arquivo de áudio. Nesse post é possível ver capas de algumas edições da obra.Outra dica legal para comemorar os 200 anos de Pride and Prejudice é o Tumblr Only Jane Austen, com quotes, Gifs, fotos e trechos dos livros!Para aqueles que querem aumentar a sua estante de livros, veja alguns sites onde você pode comprá-lo:

Para ler quotes de Jane Austen visite: Good Reads | Mundo feito por Dany | Citador
Sites pesquisados:
Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Quatro Notas

E algo mais...

BOOK GRAPHICS

A busy author's best friend

That's My Happy Place

“Li livro durante toda a minha vida. E, quando mais precisei lê-los, os livros me deram tudo o que pedi e mais."

everythingofnothing

tudo o que se cala, se transforma...

Camafeu da Lia

O Diário de Uma Águia Francesa

Fome de Leitura

Resenhas de livros, indicações e tudo para quem, assim como nós, adora devorar um livro!

Revista Marabá

Tudo o que envolve cinema e ações que incentivam o gosto pela sétima arte

Espartilho

Entendendo o universo feminino

Brunices

Livros, séries, filmes, música, e tudo o mais que a minha cabeça quiser e inventar :D

deixadenerdice

e vamos tomar uma cerva?

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

%d blogueiros gostam disto: