Quote do dia: Em Chamas

16 abr

Já postei aqui sobre o lançamento do teaser trailer de Em Chamas, filme da franquia Jogos Vorazes, lançado dia 14 de abril durante o MTV Movie Awards.

Como ainda estou com adrenalina nas veias por ver as cenas dessa saga que eu tanto amo, o quote de hoje será sobre os trechos do livro Em Chamas sobre um dos meus personagens favoritos: Gale Hawthorne.

“Eu observo suas mãos, seus belos dedos capazes. Com cicatrizes, como os meus eram antes da Capital apagar todas as marcas da minha pele, mas fortes e ágeis. Mãos que têm o poder de explorar carvão, mas a precisão de preparar um laço delicado. Mãos que eu confio.”

“Tínhamos uma confiança mútua, cuidávamos um do outro, forçando cada um a ser corajoso.”

“Pela primeira vez, eu inverti nossas posições em minha mente. (…) O ódio que eu sinto por ele, pela garota fantasma, por tudo, é tão real e imediato que me sufoca. Gale é meu. Eu sou dele. Qualquer outra situação é impensável. Por que foi necessário que ele fosse chicoteado para que eu percebesse isso?”

“Minhas opções são simples. Eu posso morrer como uma fracote na mata ou posso morrer aqui, ao lado de Gale. ‘Eu não vou a lugar algum. Vou ficar bem aqui e causar todo tipo de confusão’.”

“(…) Queria que Peeta estivesse aqui para me abraçar, até que me lembro de que eu não deveria querer isso mais. Eu escolhi Gale e a rebelião, e um futuro com Peeta é um plano da Capital, não meu.”

“É claro, eu amo Gale. Mas que tipo de amor ela quer dizer? O que eu quero dizer quando digo que amo Gale? Não sei. Eu o beijei na noite passada, num momento em que minhas emoções estavam altas. Mas não sei se ele se lembra. Lembra? Espero que não. Se ele se lembra, tudo vai ficar mais complicado e eu não posso pensar em beijos quando tenho uma rebelião para incitar.”

“(…) Eu não quero conversar sobre pássaros morrendo. Eles trazem a lembrança da morte do meu pai e a morte de Rue, e a morte de Maysilee Donner e minha mãe herdando seu pássaro. Ah, maravilha, e agora estou pensando em Gale, nas profundezas daquela mina horrível, com a ameaça do Presidente Snow pairando sobre sua cabeça. É tão fácil parecer um acidente lá. Um canário em silêncio, uma centelha, e nada mais. Volto a pensar em matar o Presidente Snow.”

“Não é tanto uma questão de esquecer Peeta com a lembrança do outro. Só é preciso um olhar para Gale e ele vem surgindo no presente, exigindo ser reconhecido.”

 

68552_498124656901742_1132741826_n

 

 

Para quem me segue no Nyah! pode acompanhar também minha fanfiction escrita no ponto de vista desse personagem tão complexo criado pela Suzanne Collins.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Quatro Notas

E algo mais...

BOOK GRAPHICS

A busy author's best friend

That's My Happy Place

“Li livro durante toda a minha vida. E, quando mais precisei lê-los, os livros me deram tudo o que pedi e mais."

everythingofnothing

tudo o que se cala, se transforma...

Camafeu da Lia

O Diário de Uma Águia Francesa

Fome de Leitura

Resenhas de livros, indicações e tudo para quem, assim como nós, adora devorar um livro!

Revista Marabá

Tudo o que envolve cinema e ações que incentivam o gosto pela sétima arte

Espartilho

Entendendo o universo feminino

Brunices

Livros, séries, filmes, música, e tudo o mais que a minha cabeça quiser e inventar :D

deixadenerdice

e vamos tomar uma cerva?

The WordPress.com Blog

The latest news on WordPress.com and the WordPress community.

%d blogueiros gostam disto: